A sutil diferença entre Corinthians e os demais!

Engana-se quem pensa que pode vir aqui agora, nesse espaço disponibilizado para Corinthianos apaixonados, achando que estamos com vergonha, que estamos humilhados, que estamos “pra baixo“. Engana-se muito! E por mais motivos que nós poderiamos ter, somos uma familia fiel, somos uma nação em preto e branco, somos irmãos que se abraçam para comemorar e para nos consolar. E isso, certamente, vocês jamais vão entender.

Temos que deixar claro que temos consciência plena da atual situação de nosso clube, do momento ímpar que estamos vivendo. Nossa história recente nos brinda com uma confusão política sem precedentes, nos trouxe a segunda divisão do campeonato nacional, nos tirou jogadores importantes. Não estamos em condição, por esses motivos, de nos julgarmos melhores que ninguém. É claro que temos um passado glorioso e grande, temos uma enorme tradição e, ao mesmo tempo, conseguimos conciliar isso. Sabemos nossa atual situação em contra-partida de nossa história.

Uma derrota como a de ontem jamais irá nos derrubar. Nunca iremos abaixar a cabeça pra ninguém que seja, muito menos para quem, infelizmente, não possui uma longa tradição como a gente tem. Sempre seremos o inimigo a ser batido, aquele que todos torcem contra, a grande muralha a ser ultrapassada. Nossa história nos proporciona esses adjetivos e isso ninguém poderá nos tirar!

Não tentarei justificar a derrota frente ao sport porque somos todos grandes o suficiente pra entender que as responsabilidades existem e que, se houveram falhas, que sejam cobrados os devidos responsáveis. Nos dedicamos a apoiar todos nesse nosso grande elenco com a única condição de que em troca o elemento se dedique dentro de campo com muita raça. Temos diversos exemplos bem sucedidos desse comportamento, que não cabem aqui a citação agora, mas temos em nossas mentes isso. Fazer a gente sofrer não se dedicando dessa maneira é pedir gentilmente que seja cobrado fortemente uma posição de quem se mostrou assim. E isso, é fato, iremos fazer na primeira oportunidade. Os responsáveis podem e devem ser cobrados.

E eu nesse momento, peço a todos os irmãos fiéis que possuo: no sábado, teremos um jogo aqui em casa, no Pacaembu. Que todos nós possamos ir a ele com o mesmo intuito de todos os demais jogos dessa série: empurrar o time, fazer a diferença e apenas por mais uma vez mostrar que somos a Fiel Torcida, aquela que tem um time e que nunca irá o abandonar.

“Tens a tradição,
de um clube tantas vezes campeão,
pelos teus rivais temidos,
pela tua fiel, querido.
Ser corinthiano é ir além, de ser ou não ser o primeiro,
ser corinthiano é ser também, um pouco mais brasileiro.”

VAI CORINTHIANS!

Juninho, em relação ao vice campeonato da Copa do Brasil de 2008.

0 comentários:

Postar um comentário